Confesse e Expresse

Neste post exploraremos o relacionamento complementário entre as dimensões espirituais e naturais na qual todo Cristão vive. Esta relação sempre acontece quando as verdades metafísicas da realidade spiritual (princípios espirituais) são colocadas à prova através de experiências práticas na realidade natural.

Por exemplo, podemos ver esta complexidade no elemento da fé. Na fé encontramos o relacionamento quase dialético entre a teoria e a prática, ou como eu gosto de afirmar, entre a confissão e a expressão. A confissão e a expressão da fé caminham juntas e são tão dependentes uma da outra que a Bíblia afirma que “a fé sem obras é morta assim como o corpo esta morto sem o espírito.” (Tg 2:26)

Quando falamos sobre confissões e expresses de fé talvez a vida de Davi sirva como referência para muitos de nós. Nós podemos encontrar este perfeito equilíbrio entre “confissão e expressão” ou “fé e obras” quando lemos a narrativa de Davi e Golias em 1 Samuel 17. Nesta passage podemos notar que a expressão da sua fé estava baseada na sua confissão. Ele escolheu lutar contra Golias pois cria que fazia isto em nome do Senhor, “Venho a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Senhor dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.” (1Sm 17:45)

No entanto, Davi também se armou com pedras em sua funda, sua “ferramenta ministerial”. Sua confissão de fé foi seguida de uma expressão prática. Da mesma forma, a fé deve produzir obras práticas e o que confessamos deve ser comprovado por aquilo que expressamos.

Encontrar o equilíbrio entre fé e obras talvez seja o que o mundo mais precisa da Igreja de Cristo hoje. Podemos confessor temos amor pelos perdidos, mas também temos que expressar este amor incondicionalmente. Assim como Davi se dispôs a conquistar algo maior que si mesmo em nome do Senhor, cada um de nós devemos nos armar com o nome do Senhor em nossas bocas e ferramentas práticas de ministério nas nossas fundas. Assim como Leonard Ravenhill certa vez falou, “o mundo não precisa de uma nova definição de Cristianismo, mas sim de uma expressão do que isso é.”

Que possamos encontrar o perfeito equilíbrio da confissão e expressão da nossa fé no Senhor Jesus Cristo e assim fazermos a diferença no mundo hoje.

Related Posts