Entrando no Reino

Neste post vamos olhar um pouco para a teologia bíblica da regeneração, que é o termo técnico para idéia do “novo nascimento”. Para isso teremos que cobrir algumas passagens bíblicas que são chaves ao tema. Vamos começar com essas duas abaixo.

Depois trouxeram crianças a Jesus, para que lhes impusesse as mãos e orasse por elas. Mas os discípulos os repreendiam. Então disse Jesus: “Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino dos céus pertence aos que são semelhantes a elas”. Depois de lhes impor as mãos, partiu dali. Mateus 19:13-15

Em resposta, Jesus declarou: “Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo.” João 3:3

Há uma semelhança interessante entre essas passagens encontradas em Mateus 19 e João 3. Ambas relatam a lógica de que a primeira coisa que somos quando nascemos é crianças. Ninguém nasce um adulto, nem tão pouco atinge a maturidade logo após o nascimento. Todo mundo tem passar pelas mesmas etapas da vida, nascimento, infância, para só então começar a compreender a natureza de tudo, primeiramente por instinto e em segundo lugar através da cognição.

Espiritualmente, vemos que essa lógica também prevalece, como Jesus deu a entender : “Eu lhes falei de coisas terrenas e vocês não creram; como crerão se lhes falar de coisas celestiais?” João 3:12 . Esta afirmação coincide com o que Jesus havia dito à Simão, o fariseu, alguns versículos antes em João 3:3.

Então vemos que o primeiro passo para ver e experimentar o reino de Deus é nascer de novo, pelo Espírito. Aquele que é nascido do espírito é espírito e, portanto passo interagir com o Reino celestial de Deus.

Porém, seguindo a mesma lógica, alguém que tenha nascido apenas naturalmente, ainda não é espiritual portanto não é capaz de compreender cognitivamente as obras do Espírito, porque o mundo natural é o único reino que é real para o conhecimento da pessoa natural. “O que nasce da carne é carne, mas o que nasce do Espírito é espírito.” João 3:6

No livro do professor Henry Drummond intitulado “Lei Natural no Mundo Espiritual”, ele descreve que nunca tinha sido capaz de encontrar uma definição para “vida” até que ele se deparou com a declaração de Hebert Spencer, o qual disse que, “a vida era um correspondência com o ambiente.” Uma criança nasce com os cinco sentidos e os vários órgãos do corpo, e cada um corresponde de uma certa maneira com o seu ambiente, o olho vê imagens, o ouvido ouve sons, os pulmões respiram o ar, e assim por diante. “Enquanto eu posso corresponder com o meu ambiente eu tenho vida”, disse Spencer, “mas se alguma coisa acontece comigo, que me impeça de corresponder com o meu ambiente, então eu devo estar morto, a morte é um fracasso de correspondência.”

Drummond então tomou essa definição e a levou de volta à Adão na queda. O Senhor lhe havia dito que no dia que ele desobedecesse, ele certamente morreria. Ele morreu? Na definição de Spencer Adão morreu espiritualmente, pois embora ele continuou a ter uma vida natural, ele perdeu sua correspondência com Deus e só poderia voltar a Ele pelo caminho do sacrifício de um inocente em seu lugar.

Aquele que é nascido do Espírito pode também compreender o espírito, por isso que a pessoa também pode ver o reino de Deus e também realizar as obras que pertencem ao mesmo. Fazer o que vê o Pai fazer, como em João 5:19:  “Jesus lhes deu esta resposta: “Eu lhes digo verdadeiramente que o Filho não pode fazer nada de si mesmo; só pode fazer o que vê o Pai fazer, porque o que o Pai faz o Filho também faz.”

Então, o que significa nascer de novo? Primeiro de tudo, significa nascer em uma nova realidade , a realidade verdadeira do Espírito. Como podemos ler em Tiago 1:18: “Por sua decisão ele nos gerou pela palavra da verdade, a fim de sermos como que os primeiros frutos de tudo o que ele criou.”

Em segundo lugar, nascer de novo significa nascer de uma nova natureza , como uma nova criatura, pois quem é nascido do Espírito é espírito. “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!” 2 Coríntios 5:17

Por essa razão, como resultado de um novo nascimento do Espírito se recebe uma nova cidadania , muito superior da esfera humana das coisas naturais. “A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo. 21 Pelo poder que o capacita a colocar todas as coisas debaixo do seu domínio, ele transformará os nossos corpos humilhados, tornando-os semelhantes ao seu corpo glorioso.” Filipenses 3:20-21

Por fim, crendo que: “Quando vocês ouviram e creram na palavra da verdade, o evangelho que os salvou, vocês foram selados em Cristo com o Espírito Santo da promessa, 14 que é a garantia da nossa herança até a redenção daqueles que pertencem a Deus, para o louvor da sua glória.” Efésios 1:13-14

Related Posts