Missões na Grécia – Uma Visão Geral

A Grécia foi um dos primeiros países a serem evangelizados, com sua história voltando aos dias da Igreja Primitiva em Atos. Contudo, a Grécia de hoje é o país europeu menos alcançado, incluindo todos os países da Europa Oriental e a Albânia.

Os Evangélicos da nação constituem somente 0,4% da população, somando apenas 20,000 dentre os 11 milhões de habitantes no país hoje. Além do mais, somente algumas igrejas protestantes históricas operam com licensa religiosa válida, mesmo com a garantia de livre expressão religiosa por parte da União Européia.

Embora a constituição da União Européia garanta direitos de liberdade religiosa ainda vemos vestígios de perseguição, abuso e discriminação à minoria Protestante/Evangélica, especialmente aqueles que fazem “prosélitos”.  O desafio está vivo ainda hoje, e as necessidades abrangem-se desde a falta de crescimento numérico até a falta de liderança nativa.

A Grécia contemporânea é 98% Ortodoxa, com uma minoria Muçulmana de cerca de 1% da população. A Igreja Ortodoxa Grega foi um centro de revolta durante os anos negros da ocupação Turca e Alemã, fazendo da Igreja Ortodoxa parte intrínsica do que significa “ser grego” hoje. Isso também  fez com que os gregos se tornassem xenofóbicos e rejeitassem tudo o que não fosse Ortodoxo. Portanto hoje em dia ser grego é ser Ortodoxo.

Devido à isso, todas as outras expressões de Cristianismo são vistas como ameaças à cultura e a tradição. Embora os Gregos estimem suas tradições Ortodoxas, a Grécia atual é marcada pelo nominalismo e ignorância religiosa. Porém ainda existe uma minoria comprometida e devota, mas a grande maioria não conhece a mensagem do Evangelho e são pouco abertas para qualquer coisa que não seja Ortodoxa.

O Desafio

A Grécia atual se impõe como um grande desafio missional contemporâneo. O campo de hoje não é só marcado por barreiras tradicionalmente religiosas, mas também por desafios culturais e lingüísticos. Embora o Novo Testamento tenha sido escrito em Grego Koinê antigo,  a primeira tradução do Novo Testamento para o Grego moderno (na linguagem de hoje) foi completada apenas a 20 anos atrás.

Os Evangélicos de hoje são considerados como uma minoria insignificativa e são socialmente marginalizados devido às fortes tradições religiosas e laços relacionais/familiares que orientam a cultura. A conversão de um grego ortodoxo é geralmente tratada pelo restante da família com discriminação e rejeição, impondo grande pressão sócio-cultural sobre o recém convertido.

Barreiras lingüísticas também tornam o trabalho de missionários estrangeiros ainda mais difícil. Isso faz com que a Grécia seja uma opção pouco favorecida entre as instituições missionárias que atuam nesta região do globo. Atualmente a Grécia conta com por volta de 50-75 missionários estrangeiros em apenas 12 instituições. Estas agências missionárias operam sem reconhecimento governamental, pois como mencionado anteriormente, somente algumas igrejas protestantes históricas possuem hoje uma licensa relgiosa válida.

Atualmente a Grécia conta apenas com um (1) instituto Bíblico para a formação de novos líderes, pastores e missionários. A falta de liderança nativa e de crescimento da igreja local são os maiores desafios missiológicos de hoje, juntamente com a falta de recursos financeiros para o suporte de líderes já em atividade.

Embora sejam grandes os desafios para o exercício da missão na Grécia, cremos no grande amor de Deus para com o povo grego e entendemos que o “Chamado Macedônico” de Atos 16:6-13 é ainda válido para os dias de hoje.

Além do mais, entendemos que a Grécia é um ponto geográfico estratégico para o grande desafio missiológico da nossa época, o mundo muçulmano. Fazendo fronteira com a Turquia, que possui 80 milhões de muçulmanos, sabemos que a Grécia não é só a porta de entrada para o continente europeu, mas também uma via de acesso para o alcance dos países muçulmanos.

O desafio continua, assim como também a necessidade de orarmos para expansão do Reino de Deus neste lado do mundo. Agradecemos o seu apoio financeiro e espiritual.

Related Posts